Você está em: Página Inicial > Notícias > Assis Chateaubriand assina carta de adesão ao Pacto Global
| 24/07/2018 - 13:30
Assis Chateaubriand assina carta de adesão ao Pacto Global
Intenção é que os 54 municípios da área de abrangência da Itaipu façam a adesão até o final do ano

Assis Chateaubriand foi o primeiro município a responder ao desafio de Itaipu Binacional para dar mais um importante passo para o futuro e para tornar-se uma “cidade sustentável”. O prefeito João Aparecido Pegoraro assinou a carta de adesão ao Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU). O fato aconteceu durante oficina regional do Programa Cidades Sustentáveis (PCS) realizada na terça-feira (24), no Instituto Tecnológico Federal (IFPR), de Assis. O Pacto Global é uma iniciativa proposta pela Organização das Nações Unidas para encorajar empresas a adotar políticas de responsabilidade social corporativa e sustentabilidade e que a Itaipu Binacional já é signatária.

O Pacto visa mobilizar a comunidade para a promoção de princípios fundamentais nas áreas de direitos humanos, trabalho e meio ambiente, auxiliando as organizações a redefinirem suas estratégias e ações. Ao aderir ao Pacto Global, a ITAIPU, através da sua área de Responsabilidade Social, tem objetivo de contribuir para a promoção desses princípios em sua área de atuação.

“Por isso lançamos o desafio para que os 54 municípios da área de abrangência da ITAIPU façam a adesão ao pacto até o final de 2018”, ressalta o diretor de Coordenação da Itaipu, Newton Kaminski.

Para o prefeito Pegoraro, a adesão ao Pacto Global é uma manifestação pública de que Assis Chateaubriand quer estar alinhado aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) aplicados às ações da gestão pública. Ele também manifestou a satisfação do seu município receber a oficina do PCS: 

“O desenvolvimento regional é importante porque nenhum município consegue alcançar objetivos tangentes se for uma ilha. Assim, é muito importante podermos contar com iniciativas como o Programa Cidades Sustentáveis”, ressalta.

No mesmo dia, o prefeito de Assis Chateaubriand reuniu seu secretariado para tratarem da aplicação do PCS na ações do governo municipal.

 

Treinamento

A oficina regional envolveu técnicos dos municípios de Assis Chateaubriand, Nova Aurora, Jesuítas, Iracema do Oeste, Anahy, Formosa do Oeste, Brasilândia do Sul e Ubiratã. O objetivo foi aprender mais sobre a operação da plataforma do PCS.

Quem ministrou o treinamento foi o secretário de Desenvolvimento Econômico de Ubiratã, Antonio Hideraldo Magron. Ele também estará participando de mais oficinas regionais, que estão previstas para acontecer nas próximas semanas em Cascavel, Medianeira e Marechal Cândido Rondon.

Segundo o assistente da Diretoria de Coordenação da Itaipu Binacional Gilmar Eugênio Secco, a promoção da oficina visa fomentar e atingir a totalidade dos 54 municípios com seus indicadores lançados na plataforma on-line do Cidades Sustentáveis.

“Os gestores precisam estar conscientes que o PCS é uma ferramenta de gestão e pode colaborar muito com o planejamento e aplicação de projetos, tendo em vista que possui informações atualizadas e específicas das diversas áreas”, avalia.

 

Concurso

Além de instrumentalizar os técnicos municipais para trabalhar com a plataforma, o encontro também foi uma oportunidade para difundir o “II Concurso de Boas Práticas – Iniciativas para construção da Agenda 2030”, promovido pelo Programa Cidades Sustentáveis.

Estão abertas até 30 de outubro as inscrições para o Concurso de Boas Práticas, que abrange os 54 municípios da área de ITAIPU. Podem ser inscritas boas práticas em três categorias. A primeira delas é o setor público (prefeituras, entidades sem fins lucrativos e outras entidades públicas), com premiação do primeiro ao terceiro lugar. A segunda categoria contempla entidades privadas e instituições de ensino (empresas, cooperativas, associações, universidades e demais instituições de ensino ), com premiação para a boa prática destaque. A sociedade civil, que tem ações particulares também pode se inscrever e cuja boa prática destaque será a premiada. Os prêmios consistem em pacotes turísticos para Foz do Iguaçu. Além disso, neste ano, o primeiro lugar da categoria setor público receberá como prêmio especial o direito de assinar um convênio específico com a Itaipu Binacional voltado ao Desenvolvimento Sustentável, no valor de até R$ 200.000,00 (Duzentos mil reais).

Mais informações e detalhes podem ser encontrados no Observatório regional do Programa Cidades Sustentáveis  –  Para se inscrever, um dos critérios é que o município tenha aderido ao Pacto Global.

Outras Notícias
Institucional
Redes Sociais
Contato
Tire suas dúvidas.
contato@lagodeitaipu.org.br
Av. Brasil, 136 - Baixada Amarela, Santa Helena - PR, 85892-000
Tecnologia e desenvolvimento