Você está em: Página Inicial > Boas Práticas Regionais > Mundo Novo: Reeducandos e a prestação de serviços comunitários na UEMS
Mundo Novo: Reeducandos e a prestação de serviços comunitários na UEMS
Mundo Novo: Reeducandos e a prestação de serviços comunitários na UEMS

A Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), foi concebida como vocação para a interiorização, com 15 unidades universitárias em diferentes municípios de Mato Grosso do Sul. A unidade de Mundo Novo, inaugurada em 1995, oferece os cursos de Ciências Biológicas e Tecnologia em Gestão Ambiental.

A demanda de mão de obra para a manutenção dos espaços públicos é cada vez maior, excedendo a capacidade de execução do quadro de servidores. Para disponibilizar mão de obra, sem onerar o Estado, firmou-se uma parceria com o Poder Judiciário de Mundo Novo-MS, de modo que a UEMS recebesse réus para a prestação de serviços comunitários.

Os recursos referentes à parte humana, física e administrativa utilizados foram os já existentes. Indicadores e métodos de monitoramento e avaliação foram criados para o acompanhamento dos resultados. A prática de gestão completou 1 ano e 7 meses em outubro de 2018. Durante este período a UEMS recebeu 37 reeducandos, sendo 34 homens e 03 mulheres. Estes contabilizaram 2833h prestadas (354,1 dias trabalhados). A um custo diário de R$80,00 gerou uma economia de R$28.330,00. O tempo total a ser cumprido soma 13.700h de serviços comunitários (o que equivalem a 1712 dias), ou seja, 7 anos de serviço se um funcionário fosse contratado pelo Governo para executar essa carga horária.

Após a conclusão, esses dias vão gerar uma economia de R$137.000,00. Também é possível uma projeção de economia de R$ 2.055.000,00 se a prática for implementada nas 15 Unidades da UEMS (o que representa 1,0% do orçamento da UEMS - 2018).

Além disso, o principal resultado qualitativo é à inclusão social e ressocialização dos réus. Destaca-se ainda a replicabilidade, inclusive em prefeituras, escolas estaduais, e outros órgão público.

Objetivos

Dentre os objetivos estão: Melhorar a manutenção dos espaços da UEMS, tais como: jardins, limpeza e asseio, manutenção da infraestrutura, como parte elétrica, de alvenaria, marcenaria, pintura, esgotamento sanitário e hidráulico, manutenção e melhoria das fachadas e das calçadas, dos estacionamentos de carros e motos, da acessibilidade de cadeirantes e idosos, dentre outros diversos serviços que todo espaço público carece a fim de oferecer um ambiente saudável e agradável aos usuários;

Oportunizar a “comunidade carcerária” a execução de reprimendas alternativas no espaço Universitário da UEMS-MN como forma de reinserção na sociedade, realizando atividades que os façam sentir útil.

Diminuir o gasto do governo com mão de obra, otimizando assim, a gestão pública;

Contribuir para o fortalecimento da prática de inclusão.

Institucional
Redes Sociais