Você está em: Página Inicial > Boas Práticas Regionais > Santa Terezinha de Itaipu - Coleta Seletiva: Nem Tudo é Lixo: Pense, Separe, Recicle e Coopere
Santa Terezinha de Itaipu - Coleta Seletiva: Nem Tudo é Lixo: Pense, Separe, Recicle e Coopere
Santa Terezinha de Itaipu - Coleta Seletiva: Nem Tudo é Lixo: Pense, Separe, Recicle e Coopere

O projeto de coleta seletiva inclusiva desenvolvido em Santa Terezinha de Itaipu, é resultante da união de esforços entre a Prefeitura Municipal de Santa Terezinha de Itaipu, a Associação de Catadores de Recicláveis de Santa Terezinha de Itaipu (Acaresti), e parceiros. A aplicação de tal projeto, proporcionou melhor qualidade de vida e renda para os catadores do município, bem como promoveu a limpeza urbana eficiente e todos os benefícios com ela advindos. Como maiores resultados, pode-se considerar o crescimento da renda individual do catador, dignificação do trabalho, aumento na quantidade de material coletado e um atendimento populacional eficiente.

 

Objetivo

Garantir que os materiais recicláveis gerados no município de Santa Terezinha de Itaipu sejam destinados corretamente e propiciar uma condição digna de trabalho para os catadores, através da inovação da coleta seletiva, para que os mesmos sejam valorizados pelo seu trabalho com uma melhor qualidade de renda e de vida, além do reconhecimento pelos trabalhos realizados

 

Um aprendizado fundamental

Para um programa obter sucesso é necessário um trabalho em conjunto, com parcerias comprometidas com os objetivos, para que sejam alcançados os resultados esperados.

Dentre o público e parceiros envolvidos estão, a Acaresti, na coleta, triagem processamento e destinação dos materiais recicláveis. A comunidade, que teve uma melhora na educação ambiental, a Administração Municipal, que tem, dentre os benefícios, redução de custos de manutenção do aterro sanitário, eliminação de pontos de proliferação de vetores de doenças, geração de renda e movimentação do mercado local, além de parceiros públicos e privados.

 

Principais resultados

Com a implantação deste novo modelo de coleta seletiva, os resultados obtidos foram: Aumento da renda do catador de R$ 450,00 para R$ 1650,00; Aumento do volume coletado de 35 toneladas por mês para 100 toneladas/mês; Aumento da vida útil do aterro sanitário e consequentemente diminuição dos custos com destinação dos resíduos; Atendimento da Lei Federal 12.305/10; Aumento do número de catadores no município, de 20 para 40.

A Associação Acaresti, através do seu trabalho, tem apresentado excelentes resultados, como aumento da renda dos catadores e mais autonomia na realização dos trabalhos de coleta seletiva. Toda a coleta de materiais existente no perímetro urbano e rural, bem como seu processamento é realizado pela mão de obra da associação, o que resultou no aumento da renda dos catadores em 40%. Além disso, a parceria também proporcionou mais autonomia na realização dos trabalhos.

Institucional
Redes Sociais